sexta-feira, 30 de novembro de 2012

ASSALTO NA ZONA RURAL DE CERRO CORÁ

A polícia de Cerro Corá foi solicitado foi procurado por Antônio José de Medeiros, o mesmo disse que foi tomado de assalto sua moto Honda 97 de placa MZH1947 de cor cinza no sítio Baixa Verde, o mesmo disse que foram dois homens aparentando ter entre 18 e 20 anos, a vítima falou que os dois estavam caído no chão e quando ele se aproximou um se levantou e pediu para ele para e quando parou o outro que estava deitado se levantou com uma faca na mão e anunciou o assalto logo que a polícia soube saiu em seguida para tentar recuperar a moto e informou a sede da 3 CIPM de Currais Novos e Lagoa Nova, mas ainda não foi encontrado a moto que tem um amassado no tanque, a polícia continua a procura e se alguem tiver informações sobre essa moto é só ligar para o telefone 3488 2277 sua identificação não será divulgada.

ACIDENTE AUTOMOBILÍSTICO DEIXA DOIS GRAVEMENTE FERIDOS

      Por volta das 18:00 horas desta sexta um acidente envolvendo uma moto não identificada pela polícia deixou duas pessoas gravemente feridas, trata-se de Edilson Galdino da Silva e de Maria Veralúcia da Silva, os mesmos iam numa moto quando em cima da parede do açude do Sítio Várzea dos Felix perderam o controle da moto e caíram, eles foram socorridos para o hospital de Cerro Corá e devido a gravidade do acidente foi encaminhado ao Hospital Valfredo Gurgel em Natal.
                                            Maria Veralúcia teve um corte profundo na cabeça.


Edilson Galdino quebrou o nariz.
     Até o momento não sabemos informar como está o estado de saúde das duas pessoas envolvidas no acidente, a polícia não soube informar que tipo de moto era devido já terem tirado a moto do local e não terem informado para onde levaram.

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

POLÍCIA DE CERRO CORÁ RECAPTURA FORAGIDO DA JUSTIÇA

     Os policiais militares da cidade de Cerro Corá recapturaram o detento Raimundo Adelino residente no Sítio Baixa Verde em Cerro Corá, o mesmo não reagiu ao ver a viatura da PM chegando ao local e entrou na viatura sem dar nenhum problema aos policiais de serviço, o detento estava com um corte profundo no rosto fruto de uma confusão que se meteu na noite anterior, os policiais levaram o mesmo ao hospital da cidade onde ele foi medicado e levou 14 pontos no rosto para conter a infecção.
     Raimundo Adelino é mais conhecido por Juares e estava no semi aberto onde deixou de vim a delegacia passar a noite segundo ele informou que estava em Natal na casa da tia dele.

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

MANO MENESES DÁ ADEUS A SELEÇÃO BRASILEIRA


Após reunião, Mano Menezes não é mais o treinador da seleção brasileira

Mano Menezes foi demitido da seleção nesta sexta-feiraDois dias depois de conquistar o Superclássico das Américas, diante da rival Argentina, o técnico Mano Menezes foi demitido da...
Após reunião, Mano Menezes não é mais o treinador da seleção brasileira
Reprodução/ESPN

Dois dias depois de conquistar o Superclássico das Américas, diante da rival Argentina, o técnico Mano Menezes foi demitido da seleção brasileira nesta sexta-feira. A decisão ocorreu após uma reunião na Federação Paulista de Futebol, que foi pedida pelo diretor de seleções da CBF, Andrés Sanchez. Mano Menezes, de 50 anos, comandava a equipe nacional desde agosto de 2010.

A decisão foi tomada num encontro entre o presidente da CBF, José Maria Marin, o diretor de seleções, Andrés Sanchez, e o vice da CBF e presidente da Federação Paulista, Marco Polo del Nero.

A reunião para "avaliação" do trabalho do treinador teve Andrés como principal articulador. Os dois tinham trabalhado juntos no Corinthians e eram muito unidos, mas o dirigente passou os últimos dias deixando claro a interlocutores que não desejava mais a sua permanência.

A CBF ainda não anunciou o substituto de Mano. Luiz Felipe Scolari, desempregado e um dos preferidos de Marin, é o favorito para voltar ao cargo que ocupou na conquista do pentacampeonato, em 2012.

Mano deixa o emprego justamente quando a equipe começava a dar sinais de entrosamento e bom futebol, o que faltou em outros momentos, como nos fracassos na Copa América do ano passado e na última Olimpíada. Com um novo esquema, a seleção vem jogando um futebol mais envolvente e, na última quarta-feira, conquistou o Superclássico das Américas, contra a Argentina.

"Crescemos. O torcedor começou a identificar esse comportamento na Seleção. É isso que a gente leva desse ano de 2012", publicara Mano Menezes em seu Twitter.

Contratado por Ricardo Teixeira, o antecessor de Marin, Mano nunca gozou de prestígio absoluto com o atual presidente da CBF, mas, tendo como defensor o ex-presidente Lula, acabou mantido. O ex-corintiano era atacado por Marco Polo del Nero, que tem muita influência sobre Marin.
O novo treinador terá pouco tempo de trabalho até a Copa das Confederações, em junho do próximo ano. Serão alguns poucos amistosos antes do principal teste para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil. 

ASSALTO A AGÊNCIA DOS CORREIOS DE BOM JESUS

     Ficamos sabendo agora a pouco que a agência dos correios de Bom Jesus foi assaltado há alguns minutos atrás, segundo informações chegada a este blogueiro são dois meliante que estavam de  bermudas e e camiseta branca e o outro de camiseta listrada e que ao saírem tomaram uma moto de assalto provavelmente para usará para a fuga, um dos meliante aparenta ter 50 anos e o outro entre 30 a 35 anos, todos os destacamentos da área estam na busca de pegar esses assaltantes que saíram em destino ignorado, não sabemos informar os dados da moto ainda.
Dentro de alguns instantes passaremo mais informações

terça-feira, 20 de novembro de 2012

MULHER COM PROBLEMAS MENTAIS QUEBRA TUDO DENTRO DE CASA

Esta é a mulher com problema psíquico.






     Em Cerro Corá uma mulher com problemas psicológico quebrou tudo dentro de casa e foi embora deixando tudo pelo chão, a mesma tem parentes na serra de Santana e mesmo assim não fazem nada para tentar leva-la a um hospital psiquiátrico e a secretaria de saúde ainda não tomou nenhuma atitude, não se sabe se o secretário de saúde sabe desse fato dessa senhora que já faz vários dias que vem trazendo transtornos para população da cidade, o competente secretário Jailmar das vezes que foi solicitado por esse blogueiro quando não resolvia pelo menos tentava resolver o problema como foi o caso de um deficiente da cidade de Lajes do Cabugi quando o próprio secretário se dispôs em telefonar para Lajes tentando leva-lo a cidade de origem do mesmo, mas nesse caso de Cerro Corá provavelmente ele não saiba desse problema, mas alguem da família dessa senhora é quem tem que tomar uma atitude para leva-la a um hospital psiquiátrico para que a mesma seja medicada.

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

CARRO










Um Celta de cor vermelha, placa MYN 2640 Cerro Corá-RN, se desprende de reboque e cai dentro de uma casa em Cerro Corá, o celta vinha sendo puxado quando as amarras de arame se soltou e desgovernado caiu dentro de uma casa na rua que fica por trás do comércio de seu Bezerra e do Clube municipal de Cerro Corá.

domingo, 11 de novembro de 2012

É Campeão, é campeão, solta o grito a torcida do Flusão, depois de um jogaço dramático Fred ele mesmo fez a diferença e faz dois gols e chuta para o defensor do Palmeiras desviar entrando no fundo da rede do goleiro palmeirense, o Fluminense pode soltar o grito de é tetra, é tetra, é tetra e ninguém faz isso melhor que Galvão Bueno que repetiu esse grito hoje na conquista do Flusão hoje.

ACIDENTE DE TRÂNSITO ENVOLVENDO AMBULÂNCIA DE CERRO CORÁ

Por volta das 9:20 da manhã deste sábado uma colisão envolvendo uma Veraneio de placa LAD 7633 Cerro Corá e a ambulância Doblô de placa NNP 2542 Cerro Corá, vejam as fotos.




HOMEM COM PROBLEMA PSICOLÓGICO PERAMBULA POR CERRO CORÁ

Há vários dias um homem aparentando ter problemas psicológicos anda perambulando pela cidade de Cerro Corá, ele diz que mora em Lajes Pintadas num bairro conhecido como Bairro do Semitério ele diz ser conhecido por Dedê de Israel, mas tanto a polícia como a secretaria de saúde de Cerro Corá entraram em contato com pessoas ligadas a saúde de Lajes Pintadas e o que a pessoa falou foi que não poderia fazer nada pois ninguém o conhecia por lá.
O fato é que esse cidadão está aterrorizando a cidade devido ninguém conhecê-lo ligam para o destacamento policial dando informações que tem alguém foragido andando pelo município e quando a PM vai o encontra fazendo a polícia se deslocar deixando de fazer a segurança na cidade para ir a zona rural ou nas ruas da cidade.
Pedimos a quem conhecer este cidadão seja em Lajes Pintadas ou outra cidade que entre em contato com a PM para dar informações de onde é este cidadão, o fone do DPM(destacamento policial militar) é 84 34882277, pedimos que informe só assim a polícia poderá ter uma solução.


quinta-feira, 8 de novembro de 2012

COPA DOS CAMPEÕES DE CERRO CORÁ


Copa dos Campeões de 2012, tudo definido


Foi realizado hoje pela manhã em Cerro Corá a reunião da Copa dos Campeões de 2012. Com a participação de dirigentes de 6 equipes ficou definida a competição de 2012. A II COPA DOS CAMPEÕES DE 2012 terá a participação de 6 equipes, com a formação de 2 grupos de 3 equipes. Grupo "A" Várzea - Cerro Corá, Nova Esperança de Lagoa Nova e Flamengo de Tenente Laurentino;
Grupo "B" Boca Júnior Cerro Corá, Palmeiras de Lagoa Nova e Tenço de Santana do Matos
As equipes do grupo A jogam contra as equipes do grupo B, classificam-se as 4 melhores equipes independente de grupo. com duas semi-finais assim distribuídos 1º x 4º e 2º  x 3º, os primeiros colocados jogarão as semi finais pelo empate.
Todos os jogos serão no estádio Oton Osório em Cerro Corá
Inicio da Competição: 
dia 08 de dezembro: com o jogo entre Nova Esperança x Tenso
dia 09 de dezembro: Boca Júnior x Flamengo  
dia 15 de dezembro: Várzea x Palmeiras


representantes das seis equipes se fizeram presentes em Cerro Corá

FLAMENGO ERRA NA CONDUTA COM ADRIANO DIZ PSIQUIATRA


Para psiquiatra, Fla errou na conduta com Adriano: ‘Internaria numa clínica’

Especialista em dependência química, membro da Associação Internacional de Psiquiatria Esportiva diz que atacante precisa de acompanhamento integral

Por Richard SouzaRio de Janeiro
92 comentários
A condição imposta pelo Flamengo foi ignorada por Adriano. No início do mês passado, Zinho decidiu dar uma nova chance ao atacante após o sumiço nos últimos dias de setembro. Ao saber que o jogador cogitara a aposentadoria, o diretor de futebol se reuniu com o camisa 10 em 1º de outubro e avisou que só o perdoaria se ele passasse a frequentar o consultório de um psicólogo. O clube indicou um profissional, mas Adriano não apareceu. Na última terça-feira, ao confirmar oficialmente o desligamento do Imperador, Zinho lamentou a quebra da promessa, disse que a condução do caso chegou ao limite e que esbarrou no próprio Adriano.
- Foram dados o número do telefone e o endereço do profissional para ele, o empresário (Luca) falou que chegou a marcar uma consulta com o psicólogo, mas ele não conseguiu ir. O próprio psicólogo disse que é ele (Adriano) quem tem que tomar a atitude, não pode ser obrigado. Acho que um clube como o Flamengo motiva qualquer ser humano. Ele não conseguiu ter essa motivação total para se recuperar. Depende só dele, ele querer – afirmou o dirigente, que pretende ajudar o jogador como amigo após a rescisão de contrato.
Adriano festa Mc Tikão Facebook (Foto: Reprodução / Facebook Oficial)Adriano em casa na manhã seguinte ao desabafo que fez no palco de uma casa de show na Barra da Tijuca. A imagem foi postada na internet pelo amigo MC Tikão (Foto: Reprodução / Facebook Oficial)
Na avaliação do psiquiatra Marcelo Migon, membro da Associação Internacional de Psiquiatria Esportiva e especialista em dependência química da Universidade Federal de São Paulo, o Flamengo errou na condução do caso. Para Migon, o quadro mostra que Adriano está doente e que já deveria ter sido submetido a um tratamento intensivo.
Entendo que hoje ele precisaria no mínimo de um acompanhamento 24 horas por dia, de um cão de guarda. Tem de ser feito o bloqueio de acesso a qualquer tipo de pessoa que o prejudique, tem que limpar a casa, tirar todo o álcool, tem que ser radical. Se não modificar a vida dele radicalmente, a doença vai continuar. O Flamengo não conduziu da forma correta. Não tem nada de depressão porque perdeu o pai. O problema é o álcool"
Marcelo Migon, psiquiatra
- Ele foi contratado em 22 de agosto. Sabia que não poderia ter faltas, que com três advertências por indisciplina o vínculo seria interrompido. Pouco depois, ele esquece o contrato e falta. Pede desculpa ao clube e diz que não vai se repetir. Depois acontece a mesma coisa e recebe a terceira advertênca. Uma pessoa que no dia 22 de agosto diz que vai se adaptar ao profissionalismo e não consegue tem uma doença. Não é porque o tendão inchou. Ele tem um problema e já sabemos qual é, que envolve o consumo exagerado de álcool. O que isso mostra? Mostra que não tenho mais o poder de decidir o que faço da minha vida. Eu não controlo mais a minha vida. Isso é um dos pontos centrais da dependência química, a perda do controle. Essa é a característica da doença. Ou a pessoa recebe o tratamento específico ou não terá saída. Entendo que hoje ele precisaria no mínimo de um acompanhamento 24 horas por dia, de um cão de guarda. Tem de ser feito o bloqueio de acesso a qualquer tipo de pessoa que o prejudique, tem que limpar a casa, tirar todo o álcool, tem que ser radical. Se não modificar a vida dele radicalmente, a doença vai continuar. O Flamengo não conduziu da forma correta. Não tem nada de depressão porque perdeu o pai. O problema é o álcool – frisou o médico, que já conversou informalmente com Adriano em algumas ocasiões.
O jogador costuma desconversar quando lhe sugerem um tratamento psicológico. Ao longo de sua vida, compareceu a poucas sessões durante os anos de 2008 e 2009, em suas passagens por São Paulo e Flamengo. Segundo Marcelo Migon, o caso exige internação.
- O tratamento do dependente químico envolve a família. Às vezes alguém da família acha que é bobagem, diz para ele tomar uma cervejinha, mas é essa cervejinha que conduz ao padrão de uso exagerado, abusivo. A família precisa aprender. A casa dele tem que ser limpa, jogar álcool no lixo. Se nos próximos três meses conseguir se manter em abstinência, você tira esse cão de guarda. Nesse momento, precisa de alguém. Eu deixaria internado. Internaria numa clínica. Seria da clínica para o treino, do treino para a clínica. Sem visita dessas pessoas que querem se aproveitar da fama dele. Atendo alguns profissionais que passam horas na clínica, dormem e saem de manhã para trabalhar. Não interrompe a carreira, consegue ter a segurança de que está dormindo num local confortável, alimentação e que vai treinar. Aceleraria a recuperação. Desta forma, eu o colocaria para jogar em um mês, quarenta dias, num trabalho em conjunto com a parte médica e física.
Na entrevista de terça, Zinho evitou comentar o estado de saúde de Adriano, mas deixou claro que não considera normais algumas das atitudes do jogador, como o fato de ele ter discursado durante uma festa numa casa de shows da Barra da Tijuca na quinta-feira passada. Pessoas que estavam no evento registraram em vídeo o momento em que o camisa 10 foi para a frente do palco e, de microfone em punho, disse ser favelado e que sabia que no dia seguinte as imagens estariam na internet. Adriano havia faltado ao treino de quinta, não apareceu na atividade de sexta e pediu liberação até terça-feira.
- Não sou médico, não posso dizer se ele está doente. Isso que ele fez ali não é de uma pessoa que está normal. Não vem para o trabalho, mas sobe num palco e dá uma declaração daquelas? Você acha normal isso? Não é errado ir a uma festa. Não é errado ser da favela. Eu sou de Nova Iguaçu. Não nego as minhas raízes, amo minha cidade, continuo indo lá, tenho casa lá. E nem por isso tenho condutas diferentes do que tem que ser de um profissional. Ele tem que se cuidar para não tomar atitudes como naquele vídeo, algo que não é de um atleta profissional – comentou Zinho.
Eu conversei com ele algumas vezes e ele dizia: “Tem nada, não, tem nada, não”. Ele nega, agride. É a forma que a pessoa que está acuada usa para se defender. A questão do controle é uma das características centrais. A outra é a negação. Ele cria boas justificativas, passa por coitado, perdeu o pai, menino pobre. Você vê vários meninos que saem de baixo, como Neymar, Robinho, que não seguiram esse caminho"
Marcelo Migon, psiquiatra
Para o psiquiatra Marcelo Migon, o discurso de Adriano aos palavrões durante o show de funk e outras manifestações, como os textos postados por ele no Twitter, são uma forma de defesa encontrada pelo jogador.
- É medo de assumir a responsabilidade pelo problema real que existe hoje. Ele se defende agredindo. Eu conversei com ele algumas vezes e ele dizia: “Tem nada, não, tem nada, não”. Ele nega, agride. É a forma que a pessoa que está acuada usa para se defender. A questão do controle é uma das características centrais. A outra é a negação. Ele cria boas justificativas, passa por coitado, perdeu o pai, menino pobre. Você vê vários meninos que saem de baixo, como Neymar, Robinho, que não seguiram esse caminho. Zico não era rico. Veio de baixo. O Ronaldo (Fenômeno) veio de baixo. Não veio da favela, mas o primeiro apartamento que ele comprou foi em São Cristóvão. Um apartamento de um quarto para morar com a família. É uma característica hereditária. Não é defeito dele (Adriano), mas é uma alergia que ele tem ao álcool. A combinação dele com a substância dá uma reação totalmente contrária. O mais importante é dizer que o Adriano não é culpado por ter adoecido. Mas ele é responsável por se cuidar daqui para frente. Como é uma doença, precisa de orientação médica definitiva. Ou não vai ter jeito.

Links Patrocinados


ACUSADO DE MATAR PM EM LAJES.


Acusado de matar PM em Lajes Pintadas pode está baleado na perna


Por Sd PM J. Júnior
Fonte: GTO Assu/ Focoelho (Links abaixo)
O mesmo foi condenado a mais de 19 anos de prisão, por ter matado uma jovem no município de São Francisco do Oeste-RN. Existe um mandado de prisão expedido pela comarca de Pau dos Ferros-RN.
O acusado também é suspeito de cometer assaltos nos interiores do Rio Grande do Norte, Ceará e Paraíba. Quem souber informações que possa ajudar a policia a prender este elemento considerado de alta periculosidade, ligue para os telefones (84) 9619-2329 "Delegacia de Policia São Francisco do Oeste", ou para o número 190, não precisa se identificar.
Segundo o Blog GTO de Assu, Foi confirmada a identidade de um dos bandidos envolvido na morte do Soldado Fernando Quirino na cidade de Lajes Pintada. Trata-se de JOÃO BATISTA RIBEIRO DE QUEIROZ, conhecido por "JOÃO JANUÁRIO". 
Não há informações precisa sobre o paradeiro desse elemento, caso alguém o veja liguem para o 190 que uma equipe da Polícia Militar irá verificar.
Ele pode estar baleado na perna e mancando.

terça-feira, 6 de novembro de 2012

FORA ADRIANO






Em entrevista que não contou com a presença do jogador, diretor mostra alívio com desfecho do caso: 'É bom para ele e para o Flamengo'

Por Janir Júnior e Richard SouzaRio de Janeiro
897 comentários
Adriano chegou ao Flamengo para iniciar a terceira passagem pelo clube em 22 de agosto. Fora de forma, visivelmente acima do peso e ainda em recuperação da segunda cirurgia no tendão de Aquiles do pé esquerdo, adotou um discurso otimista em sua apresentação na sala de imprensa do Ninho do Urubu. Esperava voltar a ser o Imperador e previa a reestreia com a camisa 10 rubro-negra em um mês. Nada feito. Setenta e cinco dias depois, ele termina a sua terceira passagem pelo clube ainda como ídolo, mas pela porta dos fundos. Em má forma, sai sem ter sequer ficado no banco de reservas em uma partida oficial. O jogador nem compareceu ao Ninho do Urubu nesta terça-feira. Coube ao diretor de futebol Zinho explicar a saída do atacante (assista no vídeo acima).
- Ele já divulgou que é uma decisão dele, partiu dele se desvincular, então realmente acho que fica inviável a permanência para este ano. É bom para ele e para o Flamengo. Encerra isso, o Flamengo está com a consciência limpa de que fez de tudo pelo Adriano - disse o diretor.
Ao ser perguntado se deixaria as portas abertas para um retorno do atacante ao Flamengo em 2013, Zinho deixou claro que o clube não conta com Adriano. O dirigente promete se empenhar na recuperação do atacante, mas apenas no lado pessoal.
- Eu não vou desistir do Adriano, mas de recuperar o ser humano, é uma missão minha, particular. Sem os holofotes, sem essa vida que ele leva que não condiz com a de um atleta profissional, talvez eu possa ter sucesso para recuperar esse ser humano. Mas, profissionalmente, chegou no limite. O Adriano realmente não tem o meu apoio como profissional. O ser humano tem escolhas. Ele está escolhendo errado. A parte profissional não progride porque ele erra em outras coisas: as companhias, o encontro com Deus. Hoje é muito difícil (a volta de Adriano em 2013).
Na minha opinião, ele precisa se cuidar pessoalmente para que não tome essas atitudes que a gente viu, como aquele vídeo na casa de shows, algo que não é de um atleta profissional"
Zinho
O diretor de futebol do Flamengo reafirmou que enxerga a necessidade de acompanhamento psicológico para o atacante. No dia 1º de outubro, ele havia condicionado a permanência de Adriano no clube à ida ao consultório de um profissional, o que não aconteceu.
- Eu acho que precisa de um acompanhamento, isso não foi cumprido, em momento algum ele fez isso. Ele falou que faria o tratamento, foram dados número e endereço. O empresário dele disse que foi marcada uma consulta, mas em cima da hora ele não foi. Na minha opinião, ele precisa se cuidar pessoalmente para que não tome essas atitudes que a gente viu, como aquele vídeo na casa de shows, algo que não é de um atleta profissional.
Zinho, Flamengo (Foto: Janir Junior / Globoesporte.com)Zinho falou sozinho, já que Adriano não apareceu
(Foto: Janir Junior / Globoesporte.com)
Zinho admitiu que ficou incomodado com a ausência do atacante, cuja presença era esperada na entrevista coletiva desta terça, no Ninho do Urubu. O diretor espera que Adriano ainda apareça no centro de treinamento do clube ao longo desta semana para se despedir dos companheiros e explicar os motivos de sua saída.
- O clube é a casa dele, ele é ídolo. O torcedor do Flamengo, conversei com os chefes de torcida, adora o Adriano. Ele mesmo tem que gostar dele. Acho importante ele vir aqui, bater um papo com os amigos. As portas estão abertas para ele nos visitar, e acho legal ele fazer um comunicado para vocês (jornalistas), se despedindo do torcedor. Ele está jogando fora um grande momento da vida dele, o que dá mais alegria a ele. O Flamengo vai sobreviver a todos nós. O Zico parou de jogar e o Flamengo seguiu. O Flamengo seria a grande oportunidade para o Adriano se recuperar, então eu fico triste com isso. Um clube como o Flamengo motiva qualquer ser humano. Infelizmente, o Adriano não conseguiu ter essa motivação para se recuperar completamente.
Consenso na época da contratação
O dirigente aproveitou para explicar o processo da contratação de Adriano, em agosto. Ele reconheceu que desde o início temeu recaídas do atacante, por causa do histórico de indisciplinas dele em sua carreira.
- Não foi uma decisão só minha (a contratação). Houve diferentes estágios. Quem o operou foi nosso médico. O próprio atleta queria ter vínculo com o clube para ter uma motivação. Mediante o consenso da diretoria, chegou-se a esse estágio de fazer um contrato. Nós fizemos um contrato para proteger o Flamengo caso o Adriano voltasse a cometer indisciplinas.
O contrato de produtividade, que terminaria em 22 de dezembro, foi rescindido, algo que o Flamengo já poderia ter feito antes. Conforme previsto no acordo, três advertências por indisciplina dariam ao clube o direito de demitir o atacante. Adriano ultrapassou o limite, foi multado, teve o contrato de imagem suspenso, mas contou com a paciência do diretor de futebol Zinho, que insistiu na tentativa de recuperação. Não conseguiu. As sucessivas faltas demoliram a confiança e a persistência do dirigente em ver Adriano novamente em campo, como um atleta de alto nível. Com o caso no limite e a falta de compromisso do jogador, foi preciso recuar.
O golpe que fez Zinho deixar de acreditar no renascimento do Imperador aconteceu no fim do mês passado, quando Adriano não apareceu na atividade marcada para as 9h30m de sábado, na Gávea, e comunicou sua ausência através de SMS, com algumas mensagens desconexas. O clube definiu a escolha de um psicólogo, chegou a marcar consulta, mas o atacante não apareceu. A paciência do diretor chegou ao fim, e o problema foi debatido com a presidente Patricia Amorim. Diante de novo sumiço na semana passada, o clube decidiu, na última sexta-feira, desligar Adriano do clube. A nota oficial divulgada pela assessoria do jogador na segunda-feira precipitou o anúncio do que estava decidido pela diretoria.

sábado, 3 de novembro de 2012

JOGAÇO EM GOIANINHA


Em final eletrizante, América-RN e 

    

                                                           BoaEsporte empatam por 4 a 4


Equipe potiguar chegou a fazer 4 a 3 aos 41 minutos do segundo tempo, mas cedeu o empate para os mineiros. Jogo foi realizado em Goianinha

Por GLOBOESPORTE.COMGoianinha, RN
Comente agora
Em duelo com minutos finais eletrizantes e muita bola na rede, América-RN e Boa Esporte empataram por 4 a 4 na na noite deste sábado. A partida foi realizada no Estádio Nazarenão, em Goianinha. O time potiguar finalizou a 34ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro com 51 pontos, na oitava posição. Os mineiros permanecem na 14ª colocação, com 42 pontos, oito a mais que o Guaratinguetá, primeiro clube do Z-4.
lance de jogo entre América-RN e Boa Esporte (Foto: Ag. Estado)América-RN, de azul, cedeu o empate ao Boa Esporte no final da partida, em Goianinha (Foto: Ag. Estado)
América-RN em vantagem
Além de entrar em campo com seu terceiro uniforme, de cor azul, o América-RN apresentou novidades na equipe titular, com a presença de Thiago Galhardo na lateral direita, de Philip no meio-campo e Pingo no ataque. A primeira boa oportunidade dos donos da casa aconteceu aos dois minutos. Em posição irregular, Isac aproveitou o rebote do chute de Pingo e mandou para as redes, mas o árbitro assinalou o impedimento.
Foi só o ensaio. Aos 14 minutos, Thiago Galhardo roubou a bola no campo adversário e tocou para Pingo na direita. O atacante fez o cruzamento rasteiro e Isac, livre, só completou para abrir o placar. O Boa Esporte reagiu ainda no primeiro tempo. Francismar realizou ótimo lançamento para Radamés, que dominou na grande área e bateu com categoria para deixar tudo igual aos 26 minutos. O América-RN chegou ao segundo gol aos 40 minutos. Wanderson cobrou falta pela direita e Thiago Galhardo mergulhou para desviar de cabeça e encobrir o goleiro Wilson Júnior.
Mais gols na segunda etapa
Isac tratou de ampliar a vantagem do América-RN logo aos cinco minutos do segundo tempo, completando de cabeça o cruzamento de Wanderson. Foi o 17º gol dele no campeonato, assumindo a vice-artilharia. O Boa cresceu no jogo e diminuiu com Marcelo Macedo, aos 17, também de cabeça. O empate da equipe mineira veio aos 33 minutos. Radamés recebeu passe na entrada da área e e bateu no ângulo direito, sem chances para o goleiro Dida.
Mas ainda teve mais. Aos 41, Thiago Galhardo cobrou escanteio e Isac cabeceou para a grande defesa de Wilson Júnior. Em novo córner, Wanderson cruzou e Edson Rocha fez de cabeça. A bola ainda desviou em Éverton antes de entrar. A torcida americana já comemorava a vitória quando, aos 45 minutos, Fernando recebeu a bola na grande área e fuzilou para as redes, igualando o placar em Goianinha.
 

MAIS UM HOMICÍDIO


Mais um homicídio em Currais Novos

Na noite deste sábado dia 03 de novembro, por volta das 20 horas, aconteceu na Rua do Rosário um crime e morte. O Francisco Assis do Nascimento, 42 anos, residente na mesma rua, mais conhecido por Tiquinho Bananeiro, foi morto com duas facadas, sendo uma nas costas e outra no pescoço, a última por sinal, foi a que fatalizou a vítima.
A equipe resgate junto com a Policia Militar prestaram socorro, contudo o mesmo chegou a óbito ainda na urgência do HPJM.
A PM ainda não tem o nome do individuo que cometeu o crime, e neste momento todo o efetivo de serviço está fazendo diligencias afim de localizar pistas e o acusado.
E outro fato que vale a pena ressaltar, é que há anos atrás, Tiquinho havia matado uma pessoa no Bairro Santa Maria Gorete e por esse crime cumpriu pena no presídio Pereirão.

ATÉ QUANDO O FLAMENGO VAI ACEITAR OS ERROS DE ADRIANO


03/11/2012 07h25 - Atualizado em 03/11/2012 

Atacante não aparece em consultas marcadas pelo clube, como exigia Zinho, e deve ir embora do Rubro-Negro sem disputar uma partida oficial

Por Janir JúniorRio de Janeiro
812 comentários
Adriano no treino do Flamengo (Foto: Cezar Loureiro / Agência O Globo)Adriano pediu dispensa até a próxima terça
(Foto: Cezar Loureiro / Agência O Globo)
Adriano ainda nem entrou em campo desde que assinou contrato com o Flamengo no dia 21 de agosto, mas o fim da linha se aproxima.Além das seguidas faltas do jogador, que pediu liberação até terça-feira, a cúpula do futebol se mostrou contrariada com o pouco caso dele para se submeter a acompanhamento psicológico. O clube chegou a marcar a ida do atacante a um psicólogo, mas ele não apareceu e chegou a alegar que iria no dia seguinte. Com o corpo e a mente de Adriano distantes do Ninho do Urubu, a hipótese de vê-lo novamente em campo com a camisa rubro-negra torna-se cada vez menos provável. Na terça-feira, a diretoria vai se posicionar sobre o caso, mas deve ser o último capítulo da relação, sem final feliz.
O acompanhamento psicológico era uma exigência do diretor de futebol Zinho depois do sumiço do atacante nos últimos dias de setembro. Ao saber que o jogador cogitara a aposentadoria, o dirigente se reuniu com ele em 1º de outubro e avisou que só o perdoaria se Adriano passasse a frequentar o consultório de um psicólogo.
- Tem que ter esse acompanhamento (com um profissional de psicologia ou psiquiatria), vamos dar essa contribuição para ele - afirmou o diretor na ocasião.
O jogador costuma desconversar quando lhe sugerem um tratamento psicólogo. Ao longo de sua vida, compareceu a poucas sessões durante os anos de 2008 e 2009, em suas passagens por São Paulo e Flamengo. Na reunião com Zinho, porém, ele acatou a exigência. A concordância ficou no discurso. O médico do Flamengo José Luiz Runco foi o responsável por indicar um profissional. O clube chegou a marcar algumas datas para Adriano ir ao consultório, mas o jogador desconversava, falava que iria no dia seguinte.
Com o acúmulo de faltas do jogador a treinos, Zinho, decepcionado, perdeu a paciência ao saber que ele se recusava a ir ao psicólogo. Em meio ao momento difícil do time no Brasileirão,o diretor decidiu concentrar seus esforços na luta contra o rebaixamento e entregou o caso de Adriano à presidente Patricia Amorim. Em ano eleitoral, ela teme o desgaste de rescindir o contrato de um ídolo. As atitudes dele, no entanto, tornam o caminho praticamente irreversível. Um vídeo feito numa casa de shows na quinta-feira mostra Adriano no palco, dizendo ser favelado e que sabia que, no dia seguinte, as imagens estariam na internet. O império está em ruína